Disputa individual dentro do grande (e primordial) embate coletivo.

Quando as seleções de Argentina e França subirem ao relvado do Lusail Iconic Stadium, é provável que a superstição impeça que qualquer um dos intervenientes olhe diretamente para o tão ambicionado troféu, mas é certo que o momento em que a poderão erguer passará pela mente de todos.

Argentina e França vão defrontar-se em final inédita.

Os franceses querem conquistar o troféu pela segunda vez consecutiva, ao passo que a congénere da Argentina não celebra desde 1986, tendo perdido duas finais desde aí: 1990 e 2014.

Kylian Mbappé e Leo Messi são, incontornavelmente, as principais figuras das duas seleções e a realidade é que têm desempenhado papéis importantes nas campanhas das respetivas equipas.

À entrada para esta final, Mbappé e Messi levam cinco tentos apontados cada e são os principais candidatos à conquista da Bota de Ouro do Mundial 2022, mas Julián Álvarez e Olivier Giroud, também presumíveis titulares neste Argentina – França, estão “à espreita”.

Kylian Mbappé

Na primeira participação em fases finais de um Campeonato do Mundo, Kylian Mbappé dificilmente poderia ter pedido melhor: com apenas 19 anos, ergueu o troféu mais importante do futebol de seleções e ainda foi protagonista.

Autor de quatro golos no Mundial 2018, Mbappé ficou a dois de Harry Kane, melhor marcador da prova. Ainda assim, bateu um registo histórico: tornou-se no jogador mais jovem de sempre a apontar um golo na final da competição.

Volvidos quatro anos e com o respetivo estatuto reforçado, Mbappé é hoje uma certeza e figura de proa dos “Bleus”.

Na antecâmara desta final do Mundial 2022, soma cinco golos: encontrou os caminhos para as redes da Austrália (4-1) na primeira jornada da fase de grupos, repetiu o feito na segunda diante da Dinamarca (2-1) e, nos “oitavos” da prova, também apontou um “bis” frente à Polónia (3-1).

Leo Messi

O astro Leo Messi está a cumprir aquela que será, muito provavelmente, a sua “última dança” em fases finais do Campeonato do Mundo.

Depois das presenças nos Mundiais de 2010, 2014 e 2018, Messi ambiciona almejar o maior dos títulos que se encontra em falta no seu palmarés e, para além do prémio coletivo, tem a possibilidade de também sair com uma distinção individual.

Antes desta final do Mundial 2022, Leo Messi leva cinco tentos apontados, tal como Kylian Mbappé, mas tem mais minutos jogados, situação que o coloca atrás do jogador gaulês.

Na atual campanha, Messi marcou nas duas primeiras jornadas da fase de grupos frente a Arábia Saudita (1-2) e México (2-0), ficou “em branco” diante da Polónia (2-0), encontro em que desperdiçou uma grande penalidade e, nos três encontros do “mata-mata”, conseguiu sempre encontrar os caminhos para as redes adversárias, já que marcou a Austrália (2-1), Países Baixos (2-2) e Croácia (3-0).

Devido ao facto de ter mais minutos de jogo que Mbappé neste Mundial 2022, Leo Messi surge, neste momento, atrás do rival francês na lista de melhores marcadores, encontrando-se por isso obrigado a chegar ao golo neste desafio.

As melhores Casas para Apostar no Mundial 2022

Julián Álvarez

2022 tem sido um “ano e tanto” para Julián Álvarez, avançado da “cantera” do River Plate que tem vindo a ganhar o seu espaço no Manchester City e mereceu a confiança do selecionador Lionel Scaloni.

Com 22 anos, Álvarez tem brilhado na sua primeira aparição em fases finais do Campeonato do Mundo e chega a esta final com quatro golos na conta pessoal: marcou à Polónia (0-2) na última jornada da fase de grupos, também encontrou os caminhos para as redes da Austrália nos “oitavos” e, na meia-final, brilhou ao marcar dois dos três golos à Croácia (3-0).

Tudo leva a crer que Julián Álvarez figure na equipa titular da Argentina para abordar esta final.

Olivier Giroud

Aconteça o que acontecer, Olivier Giroud já fez história na presente edição do Mundial 2022, dado que se converteu no melhor marcador da história da seleção francesa.

Os dois golos marcados na ronda inaugural à Austrália (4-1) permitiram a Olivier Giroud igualar Thierry Henry no topo da lista de melhores marcadores da história dos “Bleus” e, no encontro dos “oitavos” com a Polónia, o avançado que atualmente está ao serviço do AC Milan conseguiu mesmo fazer história ao chegar ao 52º golo com a camisola do seu país.

Já nos “quartos”, frente à Inglaterra, o avançado de 36 anos dilatou a vantagem na lista de melhores marcadores e marcou o seu quarto golo neste Mundial 2022, apontando agora à possibilidade de levar a Bota de Ouro do Mundial 2022 para casa.

Bota de Ouro do Mundial 2022: Odds

A Betclic inclui mercados para apostas no Bota de Ouro do Mundial 2022 entre as suas opções para apostas de longo prazo.

Lionel Messi e Kylian Mbappé partem na frente desta luta com cinco golos marcados cada e, antes da final, o favoritismo pende ligeiramente para o lado do argentino. A possibilidade de ser o melhor marcador deste Mundial 2022 está cotada a 1.50.

Mbappé, com uma cotação de 1.60, segue próximo, ao passo que as chances de Olivier Giroud e Julián Álvarez são, a avaliar pelas odds, bem mais remotas.

A final do Mundial 2022 tem início marcado para as 15h00 (horário de Portugal Continental) no Lusail Iconic Stadium, no Qatar.

Saiba onde ver a final do Mundial 2022 entre Argentina e França.

Aposte com os melhores bónus e promoções!