A seleção da Croácia foi a grande sensação do Mundial 2018. Os “Vatreni” foram derrotados na final e, volvidos quatro anos, acreditam que é possível voltar a fazer boa figura e, se possível, chegar longe na prova. A estreia em solo “qatari” foi, no mínimo, pouco entusiasmante: empate sem golos frente à seleção de Marrocos.

Terceiro empate nos últimos quatro jogos

O quarto dia de competição arrancou no Al Bayt Stadium com um encontro entre Marrocos e Croácia, seleções que inauguraram o Grupo F deste Mundial 2022.

A expectativa generalizada era de um bom jogo, mas o saldo final foi o de um cenário que, esperam os adeptos de futebol, não se torne tendência neste Mundial 2022: um empate sem golos, o terceiro nos últimos quatro desafios da prova, isto depois de Dinamarca, Tunísia, Arábia Saudita e Polónia também não terem conseguido encontrar os caminhos para as redes adversárias nos respetivos compromissos.

O facto de o encontro ter terminado sem golos é bem elucidativo quanto ao que foi o “filme” dentro das quatro linhas: um encontro “morno” e com poucas ocasiões de parte a parte, muito mais animado nas bancadas pelos milhares de fervorosos adeptos marroquinos que não quiseram perder a estreia da sua seleção nesta edição do Campeonato do Mundo.

A seleção croata, com maior quota de responsabilidade e as odds das Casas de Apostas a seu favor, teve sempre mais iniciativa e mais bola, mas nunca demonstrou astúcia suficiente para contrariar a organização defensiva de uma equipa marroquina que se demonstrou sempre pouca predisposição para correr grandes riscos, ciente do quão comprometedor poderia ser um desaire logo a abrir a competição. Ao longo de todo o encontro, foram apenas quatro os remates enquadrados, dois para cada lado.

Sem “rasgo” de um lado e sem risco do outro, perdeu o espetáculo e ganhou mais a seleção marroquina que a Croácia, pelo menos atendendo ao que foi a abordagem estratégica das duas seleções: os eleitos de Dalic até procuraram assumir as despesas do jogo, mas careceram de inspiração. Do lado marroquino, apesar da qualidade técnica de boa parte dos seus elementos, não houve grandes momentos de inspiração, sendo que a melhor ocasião do encontro saiu mesmo de um potente remate de Hakimi após livre cobrado nas imediações da área croata.

Marroquinos e croatas ficam agora à espera do desfecho do desafio entre Bélgica e Canadá e voltam à ação no próximo dia 27.

A seleção do Magrebe vai medir forças com a Bélgica, ao passo que os croatas têm duelo agendado com o Canadá.

Aposte com os melhores bónus e promoções!

[betway]

Boas Apostas!